domingo, 27 de abril de 2014

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

it's now or never

Chega de meias palavras, de meias verdades. O que é sentido é para ser dito. Por muito que saibamos ler os olhos uma da outra não vou arriscar a que a mensagem se perca pelo caminho como já aconteceu. Tomar alguém por garantido é um grande erro pois tudo pode mudar num segundo e é na distância que percebemos nao quem gostamos de ter presente na nossa vida mas quem não suportamos ter ausente. Não quero arrependimentos. Se há uma altura para lutar essa altura é agora. Não quero arriscar ouvir, ou pior, proferir as palavras "tarde demais"


AMO-TE

terça-feira, 26 de novembro de 2013

lies, lies, lies

tu disseste que querias que ficassemos amigas depois de tudo... foi só mais uma das coisas que "querias" e que do nada mudou. tal como tudo o resto, tal como todas as promessas, tal como todos os olhares, todos os beijos, cada toque, cada momento... porque te esforças tanto para me apagar de todo o lado? ai, se soubesses como me destrois por dentro, como me fazes sentir negra e odiar-te! sim, eu tenho-te bloqueada, mas vejo muita coisa, vi que apagaste todas as nossas fotos e até que me cortaste da foto do casamento. achas que isso me vai apagar da tua cabeça? lembraste do que eu te dizia quando te fazia surpresas? que fazia tudo aquilo para um dia teres memórias lindas de como as coisas eram se um dia ja nao o tivessemos mais... pois sabes que mais? agora olho para trás e tudo o que vejo é o empenho que eu punha nessas surpresas! e todas as memórias me assombram e me consomem e tudo dói. Tudo me passa pela cabeça, desde a primeira vez que falamos, desde o dia em que percebi que estava apaixonada por ti, aquele semi beijo no canto da boca, todos os dias em que já tinhas saído há milénios e ficavam a esperar-me no portão da escola para irmos juntas a pé naquele caminho e tu punhas o casaco por cima de nós e davas-me a mão sem ninguém ver; o dia em que disseste à Dan que nos íamos casar e ela disse que estávamos a saltar a parte do namoro (sim, passamos dois meses sem dar um nome à nossa relação). Lembro-me da pessoa problemática que tu eras, faltavas às aulas, estavas sempre bêbeda ou drogada, toda a gente me dizia que tu ias ser outra Joana, mas eu olhava para ti e via uma pessoa completamente diferente escondida atrás daquilo tudo e nada do que ninguém me dissesse me ia fazer desistir de ti… Agora tu dizes-me que eu nunca lutei por nós como tu lutaste, mas lembraste quem te segurava o cabelo se precisavas de vomitar ? Quem te levava a casa quando sabia que tu não ias conseguir chegar lá sozinha? Eu fiquei ao teu lado em todos os maus momentos. Quem estava contigo quando te tiraram da escola? Quem ficou ao teu lado quando te puseram a trabalhar em santo estevao e nos idosos? Eu fiquei, e nunca deixamos que isso estragasse nada, sempre nos adaptamos às dificuldades porque tudo valia a pena aguentar desde que no fim estivéssemos juntas. Lembraste de como sentíamos necessidade de falar 24 horas por dia? Eu afastei-me de todos os meus amigos quando tu apareceste, eu sabia que queria ficar contigo e que precisavas mais de mim do que qualquer um deles e decidi arriscar. A verdade é que os que valiam a pena ainda estão comigo. Pus tudo em causa por nós, lembraste como eu me senti a primeira vez que faltei a uma aula? Estava cheia de medo! Lembraste quando me levaste ao teu quarto no dia em que a freira e as meninas tinham ido à missa apesar de ser super proibido alguém ir aos quartos? Lembraste do dia em que trouxeste um edredon e almofadas para a sala das visitas e fizeste uma cama no chão? (pronto, já não estou com tanta raiva, até estou a sorrir ligeiramente enquanto escrevo isto) Lembraste do dia em que comprei todas as tuas comidas preferidas e um peluche fofinho, levei uma manta e fiz um piquenique para nós? (e me cobri de gomas hahaha) oh miúda, diz-me, como esperas que eu apague isto da minha cabeça? Lembraste quando a minha mãe descobriu que namorávamos? Ate contra a minha família eu fui para ficar contigo! Mudei a minha maneira de ser, deixei de ouvir a musica que gostava, deixei de me preocupar com o que vestir, adaptei-me a ti, tal como tu a mim. Olha bem para a foto do casamento que puseste hoje como foto de perfil. Aqueles caracóis lindos que eu te fiz no cabelo, até o casaco da Dan tens vestido… E quantas vezes durante o verão eu entrava no meu quarto e tu estavas em frente ao espelho a tentar descobrir o que fazer com a minha maquiagem e a por blush pela cara toda! Amo-te tanto, és tão linda. Mas já não és minha.
Como conseguiste virar as costas tão facilmente depois de tudo o que passamos juntas? E este verão? Lembraste qual era o meu objectivo deste verão? Fazer dele o verão das nossas vidas…. De certa forma eu sabia que seria o ultimo… Lembraste de quando me foste buscar ao aeroporto? (pronto, comecei a chorar) Lembraste de termos vivido juntas durante 2 meses? De partilharmos a cama todas as noites, de fazermos TUDO juntas todos os dias? (ok, não consigo parar de chorar e de tremer, liguei à Bia mas ela não atende, a sério, como conseguiste fazer isto?)

Não consigo escrever mais por hoje, quebraste todas as promessas que me fizeste Anita, todas.

sábado, 3 de novembro de 2012

New home - day 2

Gosto mesmo desta casa, o casal que cá vive é super simpático, puseram-me fechadura na porta, ajudaram-me a montar o armário e até me têm dado refeições. Ontem o jantar foi filetes de peixe com puré e ervilhas e broccoli e um molho que eu nunca tinha comido na vida, mas que era mesmo bom. Hoje fizeram pão de alho com molho de iogurte com menta e compota de manga e uma coisa que não sei o nome mas tinha frango. Ando a experimentar comidas novas what is actually quit good. Para além de ter cama dupla tenho um monte de espaço no quarto e até uma tv *-* a única coisa que me falta é um espelho e umas gavetitas para guardar a roupa interior (que está em montinhos no beliche de cima)
A temperatura máxima para aqui hoje foi 9 graus, está mesmo muito frio :(
Esta semana tenho o meu primeiro teste (biologia e quimica forense) e tenho tutoria, ou seja, tenho um monte de trabalho para fazer... Segunda feira é a Bonfire Night, que é uma comemoração em que se faz uma fogueira gigante e atira foguetes (que só por acaso se podem comprar no supermercado), deve ser giro.

Tenho muitas saudades de toda a gente, agora que a D foi embora sinto-me muito sozinha aqui... Sei que devia sair de casa e conhecer pessoas para mudar isso, mas a verdade é que não estou muito para ai virada e o frio também não ajuda.

Hoje o amor do sister veio falar comigo e foi kinda scary... Estou um bocado preocupada com a situação e não consegui falar decentemente contigo dado que o meu chat está morto e não existes no skype para seres um estuda estuda :(

A fofinha continua na uni, o que significa que tão cedo não me vem visitar :( espero que consigas vir comigo em janeiro... Acho que te iria fazer muito bem... Depois de estar aqui e lidar com todas estas dificuldades tudo o resto parece mais fácil... E podias arranjar um trabalho até decidires qual o curso que queres mesmo fazer e não ter que estar dependente dos pais.

O amor vai começar o estágio esta semana, e também fazemos 19 meses *-* tenho muitas saudades tuas princesa, só quero que venhas para perto de mim... Mas não podes pensar em desistir agora, fizeste um grande percurso até chegares ao patamar em que estás. Eu sei que muitas vezes fui exigente contigo, mas conseguiste mudar imenso e eu estou muito orgulhosa de ti princesa. Apesar de todas as dificuldades mudaste para ficar comigo e eu não tenho palavras para descrever o que isso significa para mim. Saber que te estás a adaptar, a moldar ao meu feitio... Ninguém mais iria fazer isso por mim... Eu amo-te mais que tudo no mundo e aconteça o que acontecer nunca vou deixar que a distância afecte a nossa relação ou nos afaste de alguma forma. Eu estou aqui porque estou a lutar por nós. Quero saber que me estou a esforçar mas que um dia vou conseguir ter um bom trabalho e uma vida estável para nós e que tudo vai valer a pena. É nisto que tens de pensar quando quiseres deixar tudo e vir ter comigo. Tens de acabar o teu curso com boas notas, ir para a universidade e ter um bom trabalho. Assim vamos poder construir o nosso futuro juntas. Continua a lutar, continua a esforçar-te e nunca desistas de nós. Fica comigo e não me deixes por ninguém porque eu vou fazer o mesmo. És tu quem eu quero.
Amo-te 





P.S.- o dinheiro inglês é engraçado como o do monopoly !





quarta-feira, 31 de outubro de 2012

iloveyouiloveyouiloveyou

Baby, thank you for being everything i wanted and even more.

Foram poucos dias, mas cada momento ao teu lado foi especial. E sabes? Notei diferenças na nossa relação, acho que a distância nos fez amadurecer e começar a tomar decisões sobre o futuro. Mas de uma coisa estou cada vez mais certa: o meu futuro és tu.
Nem sempre é fácil lidar com a distância, nem sempre lido da melhor forma. Por vezes descarrego em ti as minhas frustrações, por vezes digo coisas que sei que vão trazer uma discussão apenas porque quero a tua atenção. Apenas porque te quero sentir próxima de mim. Apenas porque preciso demasiado de ti, mais do que posso ter. Nunca te esqueças que me deixas muito orgulhosa por tudo o que já fizeste e até por tudo o que eu sei que ainda vais fazer, evoluiste ao meu lado e crescemos juntas. 
Não desistas de lutar, quando o caminho parecer mais dificil lembra-te que eu vou estar à tua espera na linha da meta.


Prometo que não volto a causar-te ataques cardíacos (se bem que temos de admitir que foi uma boa surpresa) @  




45 more days and i'll be back !


Can't wait to have you in my arms again 
i love you

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

save me

Sinto-me perdida, quero voltar para casa.

Não consigo respirar, para além da gripe a asma também veio ajudar. Não percebo metade das aulas e passo os dias a pensar porque raio escolhi vir para aqui. Onde estava eu com a cabeça? Eu sabia que ia matar-me ficar longe de ti, ter aulas numa lingua diferente... É demasiado dificil, não aguento, quero voltar para casa.

Mas como posso voltar para casa? Desiludir os meus pais depois de todo o esforço que fizeram para eu estar aqui?

Quero voltar para casa. Preciso do conforto dos teus braços, nem sequer consigo pensar.

Amo-te.

Não sei como aguentar isto.

Quero um bilhete só de ida.



twenty days


segunda-feira, 17 de setembro de 2012

miss you so much



I will love you 'till the end of time

I would wait a milion years
Promise you'll remember that your mine
Promise you'll remember that you're mine @